Uma mãe inspiradora…

Durante a gestação forão visíveis as transformações que vivenciei e não foram somente no corpo físico… A medida que a barriga crescia, vivia dia a dia a possibilidade de elevar minha consciência. Com o nascimento do João, nasceu também um desejo ardente de ser uma pessoa impecável, um modelo a ser seguido por aquele ser que acabara de chegar ao mundo. É algo inexplicável e a melhor maneira que encontrei para colocar em palavras esse sentimento foi através dessa imensa vontade de ser uma “mãe inspiradora”. Como se eu fosse uma base capaz de impulsionar meu filho para o infinito, para ir de encontro com a sua missão, com seu ser interior mais luminoso.

E com o tempo percebi que só o desejo não bastava era preciso muita coragem, persistência e disciplina… Coragem para me ver diariamente refletida naquele pequenino espelho, chamado João, que refletia e ampliava como um cristal toda minha luz e sombra…. Persistência para recordar diariamente que a sombra que via nele é minha e não escutar a voz do meu ego que insisti em dizer que é dele: “o João que é assim”… E disciplina para aceitar minhas debilidades e integrar luz e sombra num único ser.

No começo era uma disciplina e pouco a pouco foi se tornando um hábito saudável de desvendar de quem sou eu? E nascimento do meu filho foi a chama que ascendeu esse grande compromisso interno de despertar minha mulher iluminada e inspiradora… Obrigada João!!!

E meu desejo para você é o mesmo que desejo a mim mesma, que cada vez mais possamos inspirar nossos filhos, familiares, amigos e quem quer que cruze nosso caminho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *