Abrimos a nossa Tenda para receber a Mari Camardelli, do perfil @somos.madrastas, e conversar sobre Madrastas! Esse é um tema cheio de preconceitos e estereótipos, portanto precisamos falar disso. Ele também desperta feridas, disputas entre mulheres e dores da nossa criança interior.

Você é madrasta? Como é sua relação com seus enteados? E com a mãe deles? Como foi sua chegada no sistema familiar do seu companheir@?

Você se separou? Seu ex companheir@ começou outro relacionamento? Como é sua relação com a madrasta dos seus filhos?

Você teve ou tem madrasta? Como foi ou é sua relação com ela?

Veja algumas das falas da Mari durante a gravação:

“A madrasta, quando entra na família e começa a fazer parte de um novo sistema, o papel que ela vai ocupar e como ele se modifica ao longo do tempo, isso tudo precisa ser cocriado”.

“No fim das contas, para a criança, a conexão e a parceria entre os adultos é muito melhor e mais saudável.”

A Mari é enteada, madrasta e mãe, especialista emocional e educadora parental. Seu companheiro tinha dois filhos quando eles começaram o relacionamento, há 7 anos. Atualmente eles têm uma filha e um bebê a caminho!

Te convidamos a entrar em nossa Tenda e participar da nossa conversa!

 

Além disso, eu e a Maíra temos uma novidade! Iniciamos nossa campanha Apoia-se! Queremos que nosso podcast tenha periodicidade quinzenal, mas para isso queremos contar com o seu apoio. A Tenda Materna é uma produção independente que existe há mais de 3 anos e se sustentou até agora a partir de investimentos de recursos pessoais (da Maíra e da Clarissa) e de permutas feitas com outras mães que editavam, organizavam e divulgavam esse trabalho.

Se você curte a Tenda e tem interesse que esse projeto se expanda, te convidamos a se tornar um@ apoiador@. Entre na página www.apoia.se/tendamaterna e faça sua contribuição!

Com carinho,

Clarissa

Deixe um comentário

Como você lida com sua vontade de gritar? Como você expressa sua raiva? Você sabe como extravasá-la de forma consciente ou acaba descontando nos demais?

Você tem consciência de quanta raiva você tem guardada dentro de você?
Será que sua criança interior teve motivos pra se enraivecer e você teve que aprender a fingir que não tava sentindo nada?
Já percebeu que nos momentos em que perdemos a calma e explodimos com nossos filhos (ou parceiros), é a nossa criança interior que está vomitando toda a raiva que ela teve que conter?

A raiva é um dos sentimentos que os pais têm muita dificuldade de aceitar nos filhos. Como geralmente ela é expressada com agressividade, a tendência é que os pais tentem convencer a criança de que a raiva não é aceitável e ela não tem porque senti-la. Essa é uma das maiores ciladas da educação tradicional: impedimos constantemente que nossos filhos se expressem com liberdade, acreditando que alguns sentimentos precisam ser evitados. No entanto, isso é impossível, é da natureza humana sentir raiva, tristeza, medo, ciúmes, alegria… Quando a criança, para atender à expectativa do adulto, tenta engolir o que sente, aquilo não vai embora, pelo contrário, acaba vindo à tona de forma inadequada, geralmente em forma de explosões e agressividade. Inclusive na fase adulta podemos ser governados pela raiva da nossa criança que não pôde ser expressada no passado.

Está no ar o novo episódio da @tendamaterna.podcast sobre RAIVA. Quer mergulhar neste tema e descobrir caminhos conscientes para expressar sua raiva?

Te convidamos a entrar em nossa Tenda e participar da nossa conversa!

Maíra e Clarissa

Deixe um comentário

Neste episódio abrimos as portas da nossa Tenda para receber a querida
Livia Praeiro, educadora parental especialista em sono infantil e criação com apego.

Ela vai nos contar um pouco sobre o universo do Sono Infantil, tema que para muit@s de nós é extremamente angustiante e doloroso.

Livía traz um olhar extremamente responsável e profundo sobre o Sono .

Vamos abordar questões importantes, tais como:

O que é natural, esperado que aconteça durante o período do sono dos pequenos?

O estado emocional da mãe/ pais influenciam o sono da criança?

Alterações no ritmo do sono durante a pandemia.

Crianças que demoram para dormir ou acordam várias vezes durante a noite.

Cama compartilhada fazer ou não fazer?

Dá o PLAY e seja bem vinda a nossa Tenda!

 

Esperamos que desfrutem desse encontro, rumo a caminhos mais autênticos e respeitosos em nossa relação com os pequenos.

Com carinho,
Clarissa & Maíra

Deixe um comentário

Neste episódio, falamos sobre Comunicação Consciente, compartilhamos histórias nossas e contamos como a criança absorve o mundo interno do adulto e o reflete em seu comportamento.

Nós já narramos inúmeras histórias sobre o poder da comunicação entre mães/pais e filhos, de como praticamos a conversa com os filhos durante o sono para libertá-los de questões nossas. Estávamos devendo um episódio da Tenda sobre este tema!!!

Veja um trecho da nossa conversa!

“É uma grande responsabilidade quando a gente começa a entender nosso lugar como adulto que vai nomear e apresentar o mundo para a criança, que vai nomear para ela sobre quem ela é e contar para ela como o mundo funciona e como as relações acontecem. Ao mesmo tempo é uma grande oportunidade, porque a gente começa a se questionar, a se observar e perceber uma série de incoerências e questões que a criança, por ser extremamente sensível, está ali o tempo inteiro captando através do que a gente está dizendo. Mas ela não capta só o que a gente fala, ela é tão sensível que percebe a intenção que existe naquela palavra, o que está nas entrelinhas do que a gente está dizendo.”

▶️ Aperta o Play e seja muito bem vinda à nossa Tenda!

Com carinho,
Clarissa

Deixe um comentário

Mães se curam entre mães, essa é base que fundamenta nosso trabalho aqui na Tenda e na Comunidade Terapêutica para Mães que eu e a Maíra coordenamos juntas chamada “ZUM ZUM de Mães”!

Neste episódio, convidamos duas mães que participaram da turma 13 do Zum Zum para compartilharem um pouco da experiência delas em nossa comunidade!

Foi um encontro emocionante e cheio de casos que podem te inspirar a se comprometer com seu crescimento pessoal e se dar conta do impacto positivo que isso pode ter em sua vida familiar!

Aperta o Play e seja muito bem vinda à nossa Tenda!

 

Com carinho,
Clarissa

Deixe um comentário

Neste episódio convidamos a Pedagoga Waldorf Nazarete Paganotti para conversar com a gente sobre alguns recursos práticos que podem nos apoiar a cuidarmos de nossos pequenos neste período de isolamento social.

Nazarete, com sua sensibilidade e experiência de mais de 30 anos como professora de crianças pequenas, nos ajuda a ampliarmos nosso olhar para a infância e traz algumas ferramentas valiosas para acompanharmos melhor nossos filhotes.

Veja só alguns trechinhos da fala dela que selecionamos para você:

“Quando a gente está diante de tantas ofertas, a gente tem que ter discernimento para escolha. Devemos levar para dentro e buscar um alinhamento bem grande no sentido de fazer a melhor escolha, porque estamos diante da infância e ela passa rápido. E se fizermos a analogia com a estrutura de uma casa, a infância é a fundação, é aquele lugar do subconsciente mais profundo, do qual a gente não acessa, mas é sobre ele que subimos as paredes e colocamos os telhados da nossa corporalidade.”

“Na infância, é muito bonito essa analogia de que o adulto que está diante da criança é o mestre e a criança é o discípulo. Então é na mão do mestre que a criança tem que se apoiar. E para o adulto ser realmente um mestre, ele tem que percorrer um longo caminho, pois não é simples ser mestre. Ele pode ser mestre em uma postura de aprendiz, sempre, e a criança adora isso, quando a gente está sempre numa condição de aprendiz e não daquele que senta no trono e começa a repetir padrões de comportamentos familiares, e repete os padrões sem olhar para quem está diante dele.”

“A gente precisa, não só nesse momento, mas quando estivermos com crianças diante de nós, ressignificar o simples. Às vezes, como diz o Einstein, o simples é o que existe de mais sofisticado.”

Lindo demais né?! Isso e muito mais te espera nesse episódio!!!!

Te convidamos a dar o Play e entrar em nossa Tenda:

Com carinho,
Clarissa & Maíra

Deixe um comentário

Neste episódio convidamos a querida Flávia Penido, mãe de 3, psicoterapeuta perinatal e parental, com foco em cuidado sistêmico e integral materno-infantil, formada em psicologia pela Université Libre de Bruxelles, para falar sobre Amamentação e Desmame com a gente.

A Flávia traz um olhar cuidadoso e extremamente acolhedor para este tema. Começamos esse papo perguntando a ela sobre os significados e oportunidades que a amamentação apresenta para a mulher e seguimos aprofundando nos desafios e convites que se abrem durante o processo de desmame.

Qual o melhor momento para desmamar? Livre demanda pra sempre? O que nossos medos, culpas, tristezas e raivas que surgem neste momento dizem sobre nós? Crianças que acordam muito à noite e só voltam a dormir com o peito, como lidar?

Veja só algumas falas da Flávia que selecionamos para deixar você mais animada para entrar em nossa Tenda e escutar essa conversa:

“É um processo muito lindo, é justamente isso que a gente precisa fazer pelo nosso filho. A gente precisa se desenvolver dele e a gente precisa autorizar, a gente precisa motivar, a gente pode fazer um monte de movimentos por eles durante este processo saindo da livre demanda, passando para este lugar, para uma amamentação mais regulada, podemos fazer uma transição de forma suave.”

“É o teu corpo. A gente tem que lembrar que quando a gente tá sinalizando o desconforto no nosso corpo, a gente tá ensinando um respeito sobre si mesma que esta criança vai desenvolver nela.”

“Você não precisa começar com um não. Muitas mães ficam dizendo: mas foi tão difícil lá no começo. Algumas tiveram bebês prematuros e a vitória foi aquela amamentação. Como vou desmamar? Como vou dizer não? Foi tão importante para mim! ”

“Tem também a mãe abnegada, que é quando a mãe continua dando o peito porque a criança pede, mas ela não aguenta mais. Ela acaba dando um seio já sem energia, desconectado de amor, de função materna. É um seio que não cala nenhuma fome. Nem a fome nutricional, nem a fome emocional da criança, não dá aquilo que a criança está precisando.”

“A gente precisa perceber que às vezes ela está pedindo o mamá, que é o que ela conhece e ela vai chorar quando você disser não, mas o que ela precisa você sabe. O que ela tá querendo mesmo é aquele conforto, aquela conexão com a mãe.”

Deu pra sentir a potência desse encontro né? Te convidamos dar o play e entrar em nossa Tenda!!!

Aproveita e depois conta pra gente o que achou do episódio, vamos adorar te escutar!!!

Com carinho,
Clarissa e Maíra

Contatos da Flávia Penido:
Perfil Instagram: instagram.com/flapenido
Programa online de apoio e preparação para o desmame gentil e gradual com a Flávia: www.desmamegentil.com.br/

Deixe um comentário

O quão íntima você se sente de suas emoções? Raiva, Tristeza, Medo, Alegria, Amor, Vergonha, Culpa, Ansiedade, Insegurança… Você consegue expressar conscientemente o que está sentindo, sem responsabilizar/projetar nos outros o que sente? Tem confiança para expressar suas emoções mais íntimas para alguma(s) pessoa?

Nesse episódio, falamos sobre o processo de repressão emocional que vivenciamos na infância e como isso impacta a nossa vida…

“Na época que estávamos mais disponíveis para nossas emoções, mais conectados com nosso corpo, com o que ele estava sinalizando e que expressávamos livremente o que vinha, isso foi reprimido.”

Vamos compartilhar também sobre como o encontro com as outras pessoas pode se tornar um farol para o resgate de uma relação íntima, verdadeira, honesta e potente com o que sentimos!

“Mostrar nossa vulnerabilidade requer uma força, porque temos que romper uma barreira que nos foi imposta, desconstruir a idéia de que quando mostramos nossas dores ou inseguranças, somos fracos ou inadequados.”

No final do encontro, contamos que no dia 19/08 vamos lançar o “Primeiro Workshop Online e Gratuito da Tenda Materna”. Para se inscrever e participar com a gente clique neste link: https://escoladepais.beefamily.com.br/cadastro-workshop-tenda-materna

Está muito potente e inspirador esse papo! Dá o play e seja bem vinda à nossa Tenda!

 

Deixe um comentário

Neste episódio da Tenda Materna, recebemos a Ana Paula Cury, médica antroposófica, co-fundadora da Escola de Pais na Escola Waldorf Rudolf Steiner de SP, Coordenadora do Projeto Social Semear e da Formação em Lideranças de Comunidades Parentais.
.
.
Quanta honra, que alegria! Escutar as doces e sábias palavras da Ana é uma experiência muito potente, que toca um lugar profundo em nossos corações.
.
.
Leia esse trechinho da nossa conversa para você sentir um pouco do que espera por você:
“Se você se lembra que você em seu presente está diante de um ser espiritual em seu devir e se o simples pensamento desta grandeza suscitar em você uma devoção no seu ato de estar presente perante este fenômeno, isso vai criar a atmosfera frutífera e fecunda pro desenvolvimento deste filho. Então ele encontrará a alegria e o amor necessários para ir se revelando. O resto, é prestar atenção. Porque é a criança é que vai sinalizar para nós aquilo que ela precisa.”
.
.
Além de trazer um olhar profundo para nossa jornada de autoeducação ao lado de nossos filhos, ela comenta também sobre presença e conexão com as crianças e sobre a importância de estabelecermos limites claros para os pequenos.
.
.
Te convido a entrar em nossa Tenda e escutar essa conversa maravilhosa! Sinto que ela pode ser um grande alento para nossos corações tão sensibilizados por este momento intenso que estamos vivendo! Só dar o PLAY:

Depois me conta aqui o que achou!!! 🙂

.
.
Um abraço com muito carinho,
Clarissa

3 Comments

“Quem aí nunca chorou com o bebê no colo? Quem aí já não se sentiu sozinha e desamparada? Como explicar essa tristeza que nos invade depois de nos tornarmos mães em paralelo a momentos de tanta alegria?

Por mais maravilhosa que possa ser a chegada de um bebê, a maternidade também pode nos fazer viver um turbilhão de sentimentos. No 20o episódio da Tenda Materna, eu e a Clarissa convidamos a Roberta Arend para falar sobre Puerpério, esta fase da maternidade que pode nos partir no meio e nos deixar sem chão e sem identidade.

A Roberta é doula, educadora parental, mãe do Joaquim e da Aurora e criadora do Programa Online Puérperas. Na gravação, revisitamos nossos partos e puerpérios e o quanto aprendemos com eles.

Falamos do quanto a chegada do bebê nos derruba a ilusão de que temos controle da vida, de como nossos filhos vão ser e de como seremos como mães.

Abrimos nosso coração e contamos algumas de nossas experiências dolorosas, como perdas gestacionais e problemas de saúde de nossos bebês, o quanto isso nos desestabilizou em princípio e nos serviu de aprendizado e pareceu ter mais sentido tempos depois.

Hoje fica mais claro o quanto esses tombos nos ajudaram a nos conectar com nossa essência e até a entender e nos preparar melhor para nossas missões de vida.

Entre na nossa Tenda, aperte o PLAY, para escutar esta conversa íntima e delicada que tivemos, bastante emotivas pelo contexto da quarentena mundial.

Um abraço,

Maíra e Clarissa” (Texto escrito por Maira Soares)

Deixe um comentário

Neste episódio, convidamos Lua Barros, para entrar em nossa Tenda. Lua é Educadora Parental, Especialista em Equilíbrio Emocional, mãe de 4 filhos (João, Irene, Teresa e Joaquim) e companheira do Pedro Fonseca.

Juntas conversamos sobre a jornada de autoeducação que nossos filhos nos convidam, sobre a possibilidade de renovarmos nosso olhar para nós mesmos, para a vida e para a relação pais e filhos a partir do encontro com as crianças!
Um papo fluido e potente no qual compartilhamos momentos íntimos de nossas jornadas maternas!
E você é nossa convidada para entrar na Tenda! Dá o PLAY e desfrute dessa conversa boa!
Com carinho,
Clarissa e Maíra

Deixe um comentário

“Neste encontro incrível, eu e a Clarissa tivemos a oportunidade de receber a Taryana Rocha, para falar sobre um tema delicado e urgente: Mães Narcisistas.

Esse assunto, além de muito doloroso, é um grande tabu. Pouca gente se atreve a falar disso, pouca gente ousa tirar as mães deste lugar sagrado de ser sempre boa para os filhos. No entanto, muitas mães, movidas por feridas muito profundas, acabam sendo tóxicas com seus filhos e precisamos falar disso para proteger nossas crianças.

Depois de gravar 3 lives com a Taryana, senti vontade de convidá-la para um episódio na Tenda Materna, pois acredito que é fundamental tomarmos consciência do que realmente aconteceu em nossa infância. Muitas filhas e muitos filhos de mães ou pais narcisistas passam a vida acreditando que o problema são eles, que não há nada de errado com os pais. Entender que de fato houve maltrato (e em muitos casos ainda há) e abuso emocional é o primeiro passo para quem quer se libertar disso. Poder nomear e validar o que nos aconteceu de fato é o primeiro passo para curar nossas feridas!

Espero, do fundo do coração, que este episódio contribua para a cura de muitas pessoas.

Dê o play no episódio e compartilhe com quem você acredita que precisa ouvir a fala da Taryana.

A Taryana Rocha é psicanalista, coach e empreendedora digital. Além disso, ela é criadora do Workshop Entre No Seu Poder, um programa online que educa, acolhe e orienta filhas e filhos de mães com traços narcisistas patológicos.

Para saber mais sobre o Workshop Entre No Seu Poder, clique aqui 👉 bit.ly/WorkshopEntreNoSeuPoder

Depois escreve para a gente contando o que achou do episódio!

Um abraço,

Maíra ” (Texto escrito por Maira Soares @cantomaternar minha parceira querida na Tenda Materna) 😉

 

Deixe um comentário

Próxima página »