Conheça as primeiras mamães que embarcaram no Zum Zum Zum

zumzumzumE no dia 08 de maio de 2015 comecei um novo momento profissional em minha vida, o Zum Zum Zum de Mães. Sinto que agora estou vivendo um momento de mais escuta e observação, o que permite que minha conexão com as pessoas ao meu redor aumente (em especial com meus filhos).

O primeiro dia deste novo projeto foi revigorante, estava com saudades de escutar mulheres corajosas com histórias, crenças, costumes e valores diferentes e um propósito comum: se conhecerem, crescerem e evoluirem se vendo refletida na Relação com os filhos.

E as histórias são muitas, os desafios também, mas acima de tudo a vontade de fazer melhor e inspirar de forma consciente nossos pequenos grandes filhos!

E quem são essas mulheres? Veja se você se identifica com a história de alguma delas e no final me conte sua história e entre nesse Zum zum zum que já está dando o que falar!

No nosso encontro tinha mãe de todo jeito…

Mãe “parideira”

que inspirou outras mães com sua força de guerreira!

Largou o trabalho para cuidar de seu filho e de seu lar.

As vezes se sente cansada, sem tempo para respirar.

Sua cabeça não pára de pensar,

fica maquinando enquanto ela limpa a casa para lá e para cá.

Outra Mãe mais “fresquinha”

Recém deu a luz a uma menininha

com tantos palpites sua cabeça fica maluquinha.

Escuta conversas de cá e de lá,

sua voz fica baixinha com tanto palpite que o povo tem para dar!

E outras mais amadurecidas,

já com 2 filhos,

Meninos mais velhos e as meninas recém saídas da barriga.

Essas mães se alegram pois perceberam que a chegada da segunda filha ao invés  “derramar o caldo” da vida familiar,

trouxe organização, colocou cada um em seu lugar,

e fez a colaboração entre pai e mãe reinar!

Passou por lá também uma mãe amolecida,

com o coração de manteiga derretida!

A doçura da sua “Mel”, que chegou de mansinho

e em menos de 2 aninhos

descongelou o coração dessa mamãe

que era refém de uma “mente extremamente racional”

e hoje busca o amor incondicional.

Teve mãe que fez a gente se emocionar

com sua linda história que dá o que falar!

Aos 15 anos descobriu que não tinha útero,

um mero detalhe para essa mulher forte

e com um bocado de sorte!

Pediu e confiou

e sua mãe para ela a filha gerou!

E para terminar tinha Mãe precisando de limite e rotina em seu lar

e pediu ao grupo para este tema abordar.

E assim seguimos juntas e dispostas a compartilhar

sobre LIMITE, ROTINA, RELAÇÕES FAMILIARES e o que mais nossa criatividade mandar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *